...pois o amor une perfeitamente todas as coisas...

Quanto vale sua memória?

Quanto vale sua memória?

Recentemente recebi uma resposta de e-mail que simplesmente dizia:

Obrigado, mais eu achei caro!

Fiquei pensando no que responder, pensei muito e muito, confesso que não respondi ainda! rs

Não vou nem comentar sobre o tempo que gastamos com estudos, o tempo dedicado a pós produção, o respeito ao cliente e a excelência no processo do início ao fim.

Pois bem, cheguei a tal conclusão

Imaginem que os noivos na incumbência de preparar uma festa maravilhosa, para brindar aquele que será não só o momento mais importante na vida do casal, mas também das famílias, pensem em absolutamente tudo com antecedência, contratam uma assessoria, escolhem com todo carinho a decoração, o menu a ser servido, convite aos padrinhos e convidados, iluminação do ambiente, Dj, Banda, o local da recepção, dia da noiva e do noivo, os docinhos, as flores, o tão sonhado vestido de noiva e o elegante e impecável traje do noivo, tudo, eu disse tudo...um verdadeiro conto de fadas, que eles vivem por todo esse tempo no qual estão envolvidos com os festejos. Mais ainda falta o que vai fazer com que tudo o que foi planejado, cuidado e pensado, seja eternizado, todos os sentimentos serão vividos novamente, acredite isso é possível!!!

E ai que eu te pergunto...

Quanto vale sua memória??

Que valor terá aquela imagem do olhar do papai e da mamãe daqui 30 longos anos...

Quanto vale poder mostrar sua história a quem ainda nem nasceu?

Não me refiro ao valor propriamente dito, falo de valores emocionais, valores históricos, valores de vida.

A fotografia, digo sem demérito a nenhum outro profissional, é o mais importante por conta de toda essa responsabilidade.

Quem nunca se emocionou vendo um retrato?

Quem nunca sorriu ao rever uma imagem de uma pessoa querida numa fotografia?

Essa tal de fotografia tem o dom de teletransportamento, ahhh ela tem! rs

Pense na fotografia como um bem precioso, que pode te fazer viajar no túnel do tempo...

...e reviver tudo outra vez...

E ai? Já sabe quanto vale sua memória né?

Ah, quanto ao e-mail, preferi não respondê-lo. Deixo que ele encontre a resposta nesse mundo infinito chamado Web, ou quem sabe através desse post.

 

Luciano Silveira | Amor em Foto